FAÇA AMOR, NÃO FAÇA JOGO.

“Limitar-se é um problema.
Limitar o sentimento é o pior deles.
Vai perder a chance de viver uma história.
Porque não teve coragem de falar.”
(Faça amor, não faça jogo – Ique Carvalho)


Já faz algum tempo que não dou as caras por aqui, né? Pois bem, estou de volta e espero que vocês não enjoem da minha cara. O ano finalmente começou e com ele a correria, principalmente para quem trabalha e estuda, como é o meu caso. Mas vamos lá, não vou enrolar vocês.. irei direto ao assunto do dia: Faça amor, não faça jogo.

Que mulher não sonha com um príncipe encantado? ou talvez, quem sabe, o cara perfeito. Não precisa ser aqueles dos contos da Disney, mas sim um cara que se importe, que dê valor, seja autentico, carinhoso e amoroso. Se existe um cara que faz todo esse gênero, com certeza é o Ique Carvalho e, o post de hoje é apenas sobre seu primeiro livro – que foi lançado no inicio de novembro do ano passado – “Faça amor, não faça jogo”.

Se existe um blog no qual eu sempre estou acessando, com toda certeza do mundo é o The Love Code. Muitas pessoas já conhecem esse blog, outras ainda não tiveram esse prazer. Para felicidade de todos os que não conhecem, vim apresenta-lo para vocês. 🙂 Não gente, isso não é propaganda deste blog, muito pelo contrário, é apenas mais uma indicação literária – que é o que mais gosto de fazer. 

Ique começou, aos poucos, a ganhar seu espaço na blogosfera postando textos sobre a vida, sobre a saúde de seu pai (entenda um pouco mais clicando aqui), sobre suas decepções amorosas e sua inabalável fé no amor. Aos pouquinhos ele foi conquistando seu espaço, o coração de meio mundo de mulheres e seu reconhecimento, o que vamos deixar claro: é muito merecido.

1Ele entrou no cenário da blogosfera pra mostrar que você não precisa se buscar visibilidade com vídeos apelativos ou se prestando a situações nas quais vemos muitos blogueiros e blogueiras se prestarem, não precisa implorar por curtidas e seguidores ou sair ostentando riquezas e uma vida de aparências. Ele veio para fazer a diferença, tocando coração por coração até que, finalmente, seu reconhecimento chegou. Ique hoje é um dos autores do grupo Autêntica, pela Editora Gutemberg. Com um livro em circulação e outro para sair do forno, ele reúne textos inéditos e textos já conhecidos por muitos de seus seguidores em uma incrível compilação com muitas reflexões à vida, ao amor e à família.

A repercussão desse livro foi gigantesca e, esse ano será feito o lançamento oficial em algumas cidades do Brasil, começando por São Paulo e Campinas. Se você quiser conhecer esse cara incrível, fica de olho na página dele no Facebook – ele sempre posta as novidades por lá. 😉

Pra não ficar algo cansativo.. deixo vocês por aqui com um dos textos de maior sucesso dele.
Um beijo e até semana que vem. <3


Faça amor, não faça jogo.

“Ouvi um velhinho dizer:
“Amei a mesma mulher durante 50 anos”.
Pensei no quanto isso era do caralho.
Até ele dizer:
“Queria que ela soubesse disso.”
Às vezes as pessoas fazem jogo duro,
porque precisam saber se os sentimentos do outro são reais.
Pensei no quanto isso era fodido.
Somos apenas caras.
Somos estúpidos ás vezes, muitas vezes.
Quantas vezes quis dizer:
“EU GOSTO DE VOCÊ”
E não disse.
Não quero chegar aos 90 anos,
morrer e pensar:
“Eu podia ter tentado”
Eu costumava ser mais feliz.
Hoje está tudo meio “tanto faz”
Vejo homens chamando mulheres para saírem.
E no último minuto desmarcarem.
Apenas para serem difíceis, ou tanto faz.
Eu tinha uma paquera.
Mandava mensagem e ela demorava sempre 4 dias para responder.
Imagina se eu fosse uma dessas pessoas que pensa:
“Se demorar mais de 2 minutos para responder vou me matar”
Esses dias, depois de sei lá quanto tempo,
essa paquera mandou uma mensagem:
“Estou com saudades”
A pessoa diz sentir sua falta mas não demonstra.
Ela espera que você adivinhe com seus super poderes mentais,
que ela precisa de você.
Eu sabia que qualquer coisa que respondesse,
teria que esperar 4 dias para a resposta.
Então respondi:
“Aproveita o gelo que vai me dar e me traz uma coca gelada”
Se você está cansado de joguinhos, de tanto faz,
dessas regras bobas.
Faça como eu.
Demita-se.
Sabe, esqueça essa teoria de não dar moral.
Se quer ligar, liga.
Vai lá, tenta,
quebre a cara,
acredite.
Sabe, pensar duas vezes é à distância entre os que sonham e os que vivem.
Então, viva.
Saia dessa.
Não viva desse jeito.
Onde você precisa esconder o que sente.
Só porque algumas pessoas disseram
que não se envolver é a melhor forma de viver.
Babaquice.
Limitar-se é um problema.
Limitar o sentimento é o pior deles.
Vai perder a chance de viver uma história.
Porque não teve coragem de falar.
Eu agora me apaixono por mulheres que,
além de gostarem de Pearl Jam,
aceleram meu coração.
Eu agora me apaixono por mulheres diretas e honestas.
Que não fazem jogos, fazem amor.
Quero conquistar uma mulher sendo eu mesmo.
Sem estereótipos, sem medo.
Eu agora,
passei a ver o mundo de outra maneira.
E não foi ele que mudou,
fui eu.” (Ique Carvalho)

Citação:
“As vezes as pessoas fazem jogo duro, porque precisam saber se os sentimentos do outro são reais.”
One tree hill